Criança Perdida na Praia

> Infelizmente, todas as épocas balneares a Salv’Aqua depara-se com situações bastante preocupantes, sendo o desaparecimento de uma criança uma das mais angustiantes de todas. Ao longo dos anos a Salv’Aqua tem evoluído na forma de lidar com estas situações, por forma a agilizar os procedimentos de busca e também proporcionar o máximo de tranquilidade aos pais ou responsáveis e à criança. Assim, dirigimo-nos diretamente a si, quer seja pai ou não, porque juntos podemos tornar as praias um local mais seguro para todas as famílias.


Para os pais ou responsáveis…

Existem estratégias que qualquer pai ou responsável pela criança pode e deve adotar. A nossa sugestão é:

  1. Prevenir os acontecimentos;

O grande objetivo diário da Salv’Aqua é evitar que o pior aconteça, por isso recomendamos vivamente que tenha o máximo de atenção com as crianças. Não deixe ir ao mar sozinhas e não deixe que brinquem demasiado afastadas de si, mesmo quando parecem estar visíveis.

  1. Evitar imagens negativas dos nadadores salvadores;

“Se te portares mal o sr. mau vem aqui e castiga-te”. Pode parecer uma frase inofensiva, mas a verdade é que a maior parte das pessoas utiliza esta frase como referência ao agente da autoridade ou, neste caso, ao nadador salvador. Caso uma criança se perca dos pais ela deve imediatamente procurar o nadador salvador mais próximo, se ela tiver medo do “sr. mau”, só irá piorar a situação. Lembre a criança que o polícia, o guarda militar ou o nadador salvador são amigos e a nossa função é ajudar as pessoas.

  1. Criar uma refência visual clara;

Educar a criança o mais cedo possível para saber o que fazer e como fazer na eventualidade de ela não saber onde estão os pais é crucial. Uma estratégia simples é dizer-lhes para se dirigirem à bandeira do nadador salvador, porque é uma referência claramente visível por qualquer pessoa.

  1. Adotar estratégias facilitadoras;

Existem medidas que facilitam no momento em que uma criança se perde. Entre estas gostávamos de salientar:

A pulseira gratuita que surge do projeto “Estou Aqui” da Policia de Segurança Pública. Basta aceder aqui para inscrever a sua criança ou crianças, porque também podem inscrever-se grupos de crianças.

Os dispositivos de GPS que permitem saber em tempo real e no seu smartphone onde a sua criança está. Aconselhamos a escolher um dispositivo prático para não correr o risco de a criança se livrar dele. No entanto, compre um dispositivo fiável, não arrisque.

  1. Comunicar rapidamente aos nadadores salvadores.

Apesar de todas as estratégias que existem e que pode adotar, nada lhe garante o seu filho de volta. A Salv’Aqua recomenda que não facilite com as crianças, mantenha o máximo de vigilância possível, defina regras e limites que a criança não pode transgredir. Prefira praias com vigilância e caso aconteça alguma coisa, não hesite, comunique imediatamente aos nadadores salvadores. Todos os segundos contam…

Se encontrar uma criança perdida na praia…

Existem vários costumes em vários países, por exemplo, os nossos colegas brasileiros colocam a criança nos ombros e batem palmas em conjunto para chamar a atenção dos pais. O mais importante é informar o mais rápidamente possível os nadadores salvadores ou agentes da autoridade e nunca deixar a criança sozinha. No entanto, lembre-se que ela pode sentir-se ameaçada e nesse caso, mantenha-se próximo da criança, mas não insista em contactar com ela.

Para entrar em contacto connosco basta aceder aqui.

Relatório de Salvamento Aquático Eletrónico

Todos os nadadores salvadores já tiveram a oportunidade de aprender como se preenche um Relatório de Salvamento, mas desde o dia 01 de janeiro de 2021 que o Instituto de Socorros a Náufragos desenvolveu uma ferramenta eletrónica de registo de ocorrências procurando, por um lado, simplificar o processo de registo e, por outro, tornar mais célere o fluxo de informação.


O acesso pode ser realizado através do smartphone ou computador e a sua utilização é bastante simples. No entanto, antes de começar a utilizar esta ferramenta é necessário ultrapassar algumas etapas:

  1. Aceder ao site aqui;

  1. Efetuar Registo:

  1. Após efetuarem registo terão de esperar alguns dias para ter acesso à plataforma, porque o ISN terá de confirmar a veracidade dos vossos dados. A confirmação irá ser enviada para o vosso email;

  1. Para iniciar sessão basta colocarem o vosso Número de Nadador Salvador (1) e a Password (2) que escolheram:

  1. Este é o menu central do site. Antes de mais, aconselhamos a confirmar os dados pessoais e alterar a password no Perfil (1). Depois podem registar novos incidentes em Inserir Ocorrência (2) ou visualizar as listas de incidentes já registadas ou pendentes em Ver Ocorrências Abertas (3).

  1. Ao efetuar o registo de um incidente irão aparecer vários itens que têm de ser preenchidos, em muito semelhantes ao meio em papel. No final o site irá confirmar a submissão da ocorrência.

Para qualquer dúvida contacte-nos através dos meios disponíveis aqui.

Paragem Cardiorrespiratória (PCR)

> Já ouviu falar, mas nunca percebeu muito bem o que é, as causas e quais os procedimentos que deve adotar? Neste artigo dá-mos a conhecer as principais atitudes a ter na presença de uma pessoa em Paragem Cardiorrespiratória (PCR) e que podem fazer toda a diferença.


  1. O que é uma Paragem Cardiorrespiratória?
    • A PCR é um acontecimento repentino e consiste na interrupção ou falência súbita das funções cardíaca e respiratória. Em consequência a pessoa fica inconsciente, não responde e não respira ou não respira normalmente.

Fonte: SNS24


  1. Quais são as causas principais?
    • Se souber as causas e sintomas pode atuar ainda antes de a pessoa entrar em PCR e, assim, evitar um cenário mais grave. As principais causas que podem levar à Paragem Cardiorrespiratória são as seguintes:

Fonte: SNS24

1) Dor persistente no peito, com uma sensação de aperto que pode passar para o braço, queixo ou costas;

2) Falta de ar.

Não hesite, LIGUE 112!

Se acontecer alguém engasgar-se e não conseguir expelir o corpo estranho:

1) Incentive a tossir;

2) Dê algumas pancadas interescapulares, ou seja, umas “pancadinhas nas costas”;

3) LIGUE 112!

Se avistar um afogado e não houver um nadador salvador perto, primeiro identifique o estado de consciência da pessoa:

1) Consciente, procure alcançá-lo sem entrar na água ou fornecer um meio insuflável. Se não for suficiente, evite ser mais uma vítima, LIGUE 112!

2) Inconsciente, LIGUE 112 antes de tentar ajudar!

(Procure e incentive os seus familiares a frequentar praias vigiadas. Tenha sempre o contacto de emergência dos nadadores salvadores mais perto do local onde vai à praia)


  1. Estes são os Elos da Cadeia de Sobrevivência adotados a nível nacional pelo Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM):

Caso assista alguém em PCR, o mais importante é LIGAR 112!

  • Mantenha a calma;
  • Confie nos profissionais do outro lado da chamada;
  • Siga os procedimentos como eles indicarem;
  • Forneça toda a informação que eles pedirem.

Pode estar a salvar uma vida!


  1. Por último, aconselhamos vivamente a participar num curso de Suporte Básico de Vida, pois as chances de salvar uma vida irão ser maiores!

Também convidamos a consultar o site do SNS24 para um melhor conhecimento acerca do assunto e das causas. Lá irá encontrar informações atualizadas e fidedignas, de acordo com as pesquisas mais recentes e as normas acordadas internacionalmente.

Quer ser Nadador Salvador?

Já pensou em ser Nadador(a) Salvador(a)? Se calhar até já, mas nunca soube o que tem de fazer ou quais os requisitos mínimos… Vamos tentar esclarecer essas questões e se ainda tiver alguma dúvida não hesite em contactar-nos por aqui.


  1. Para ser Nadador(a) Salvador(a) tem de frequentar obrigatoriamente um curso de natureza profissional, este é o ponto inicial de habilitação para o exercício da atividade. Antes de mais, existem requisitos gerais de admissão ao curso de Nadador Salvador profissional, são eles:
  1. Ser maior de idade na data das provas de admissão;
  2. Apresentar atestado médico comprovativo da robustez física e perfil psíquico para o exercício da atividade de nadador salvador profissional;
  3. Possuir escolaridade mínima obrigatória;
  4. Apresentar documento que ateste as atividades profissionais desenvolvidas e outros elementos relevantes para a avaliação da sua capacidade para a frequência do curso a que se candidatam;
  5. Ter domínio da língua portuguesa e conhecimentos da língua inglesa.

Fonte: ponto 1 do art.º 31 da Portaria 373/2015, de 20 de outubro


  1. Se preenche todos os requisitos anteriores, convém pesquisar onde irá haver cursos e quando eles vão acontecer. Para isso, tem de pesquisar nas diversas Escolas de Formação devidamente certificadas ou através das várias associações licenciadas. No ato de inscrição terá de entregar os documentos que comprovam os requisitos gerais de admissão ao curso e ainda os seguintes:
  1. Uma fotografia tipo passe atualizada e com fundo branco;
  2. Cópia do cartão de cidadão;
  3. Curriculum vitæ atualizado.

Fonte: art.º 35 da Portaria 373/2015, de 20 de outubro


  1. Para ingressar no curso não basta inscrever, tem de ser aprovado no exame de admissão ao curso que habilita ao ingresso nesta categoria. O exame é realizado na presença dos representantes do Instituto de Socorros a Náufragos e através da Escola de Formação em que se inscreve e na data pré-definida pela mesma. Para ser aprovado tem de completar com sucesso as seguintes provas:
  1. Nadar 100 metros livres, exceto decúbito dorsal, ao tempo máximo de 1 minuto e 50 segundos;
  2. Natação subaquática durante o tempo mínimo de 20 segundos;
  3. Nadar 25 metros em decúbito dorsal, só batimento pernas;
  4. Apanhar dois objetos a uma profundidade mínima de 2 metros;
  5. Percorrer uma distância de 2400 metros em terreno sensivelmente plano num tempo máximo de 14 minutos.

Fonte: art.º 32 da Portaria 373/2015, de 20 de outubro


  1. Agora que já sabe o que é preciso para ser Nadador Salvador, do que está à espera? Comece já a sua pesquisa pelo curso mais próximo de si!