Criança Perdida na Praia

> Infelizmente, todas as épocas balneares a Salv’Aqua depara-se com situações bastante preocupantes, sendo o desaparecimento de uma criança uma das mais angustiantes de todas. Ao longo dos anos a Salv’Aqua tem evoluído na forma de lidar com estas situações, por forma a agilizar os procedimentos de busca e também proporcionar o máximo de tranquilidade aos pais ou responsáveis e à criança. Assim, dirigimo-nos diretamente a si, quer seja pai ou não, porque juntos podemos tornar as praias um local mais seguro para todas as famílias.


Para os pais ou responsáveis…

Existem estratégias que qualquer pai ou responsável pela criança pode e deve adotar. A nossa sugestão é:

  1. Prevenir os acontecimentos;

O grande objetivo diário da Salv’Aqua é evitar que o pior aconteça, por isso recomendamos vivamente que tenha o máximo de atenção com as crianças. Não deixe ir ao mar sozinhas e não deixe que brinquem demasiado afastadas de si, mesmo quando parecem estar visíveis.

  1. Evitar imagens negativas dos nadadores salvadores;

“Se te portares mal o sr. mau vem aqui e castiga-te”. Pode parecer uma frase inofensiva, mas a verdade é que a maior parte das pessoas utiliza esta frase como referência ao agente da autoridade ou, neste caso, ao nadador salvador. Caso uma criança se perca dos pais ela deve imediatamente procurar o nadador salvador mais próximo, se ela tiver medo do “sr. mau”, só irá piorar a situação. Lembre a criança que o polícia, o guarda militar ou o nadador salvador são amigos e a nossa função é ajudar as pessoas.

  1. Criar uma refência visual clara;

Educar a criança o mais cedo possível para saber o que fazer e como fazer na eventualidade de ela não saber onde estão os pais é crucial. Uma estratégia simples é dizer-lhes para se dirigirem à bandeira do nadador salvador, porque é uma referência claramente visível por qualquer pessoa.

  1. Adotar estratégias facilitadoras;

Existem medidas que facilitam no momento em que uma criança se perde. Entre estas gostávamos de salientar:

A pulseira gratuita que surge do projeto “Estou Aqui” da Policia de Segurança Pública. Basta aceder aqui para inscrever a sua criança ou crianças, porque também podem inscrever-se grupos de crianças.

Os dispositivos de GPS que permitem saber em tempo real e no seu smartphone onde a sua criança está. Aconselhamos a escolher um dispositivo prático para não correr o risco de a criança se livrar dele. No entanto, compre um dispositivo fiável, não arrisque.

  1. Comunicar rapidamente aos nadadores salvadores.

Apesar de todas as estratégias que existem e que pode adotar, nada lhe garante o seu filho de volta. A Salv’Aqua recomenda que não facilite com as crianças, mantenha o máximo de vigilância possível, defina regras e limites que a criança não pode transgredir. Prefira praias com vigilância e caso aconteça alguma coisa, não hesite, comunique imediatamente aos nadadores salvadores. Todos os segundos contam…

Se encontrar uma criança perdida na praia…

Existem vários costumes em vários países, por exemplo, os nossos colegas brasileiros colocam a criança nos ombros e batem palmas em conjunto para chamar a atenção dos pais. O mais importante é informar o mais rápidamente possível os nadadores salvadores ou agentes da autoridade e nunca deixar a criança sozinha. No entanto, lembre-se que ela pode sentir-se ameaçada e nesse caso, mantenha-se próximo da criança, mas não insista em contactar com ela.

Para entrar em contacto connosco basta aceder aqui.